Benchmarking: Como Estudar Concorrência?

Você sabe o que é benchmarking e qual é a importância dele no estudo da sua concorrência? Atualmente, é muito difícil, uma pessoa […]

Vittor Santos
29 de novembro de 2022
Benchmarking: Como Estudar Concorrência?

Você sabe o que é benchmarking e qual é a importância dele no estudo da sua concorrência?

Atualmente, é muito difícil, uma pessoa ter apenas um dispositivo.

O smartphone soma-se ao tablet, que divide a atenção com o computador e por aí vai.

Enfim, a tecnologia está a nossa disposição e aprendemos a consumir os seus recursos no nosso dia a dia e de diversas maneiras.

Sabendo disso, as empresas passam a usar o ambiente digital para gerar engajamento e para fortalecer as suas marcas, de modo que seus produtos/serviços sejam adquiridos.

Diante desse cenário, que é cada vez mais competitivo, como as empresas podem mensurar a sua participação de mercado entre os concorrentes?

Leia este postblog da Seu Cliente Oculto e saiba tudo sobre essa ferramenta e a sua importância agora mesmo!

 

Sumário Benchmarking: Como Estudar Concorrência?

  1. O que é Benchmarking?;
  2. Tipos de Benchmarking;
  3. Vantagens do Benchmarking;
  4. Como Realizar um Bom Benchmarking;
  5. Defina quem será o responsável e qual será o tipo de Benchmarking
  6. Quais serão as métricas analisadas?
  7. Foque na Fidelização do Cliente.

 

O que é Benchmarking?

A princípio, o benchmarking é uma fermenta ideal para empresas que querem analisar como é o modelo de negócios e participação de mercado de outras empresas, sejam elas do memo segmento o não.

Logo, o feedback dessa categoria de avaliação, usada em um ambiente online, se tornou um importante instrumento de gestão para melhorar o desempenho dos negócios.

Esse monitoramento de mercado é realizado entre empresas que partem para uma análise, interpretação e mensuração dos dados coletados.

Ao ponto deles revelarem o que pode ser mais competitivo e favorável para a marca.

Ou seja, pode haver um benchmarking para:

  • Gestão de Preços;
  • Compras;
  • Retenção de Clientes;
  • Dentre outros.

Contudo, alguns princípios devem ser considerados para essa coleta de informação, como a legalidade do processo.

Além é claro, da confidencialidade e propagação, que significa selecionar quais informações são essenciais para o estudo e aproveitamento dos recursos.

 

 

 

Tipos de Benchmarking

Competitivo

Neste tipo, ele traz como padrão para análise os resultados da concorrência.

Por exemplo, medir como a empresa se posiciona a partir dos próprios dados comparados pelos concorrentes diretos.

Essa análise poder ser realizada através de materiais já disponíveis na internet para consulta ou através de um monitoramento, onde você mesmo observa e analisa o posicionamento da marca, seus canais de comunicação e divulgação, testa os produtos ou serviços, dentre outros.

 

Competitivo

 

 

Genérico

Nele. comparam-se processos semelhantes, ainda que não façam parte do mesmo mercado.

Por exemplo, todo negócio, independente da indústria que ele atue possui uma trajetória do cliente.

Isto é, que pode começar desde a procura do consumidor pelos produtos ou serviços e se encerrando muitas vezes no pós-venda.

Analisar esses movimentos que podem ser encontrados na maioria das empresas acabam sendo válidos, porque em alguns momentos surgiram pontos que podem ser melhorados.

 

Genérico

 

Funcional

Onde são analisadas funções específicas que podem ser aplicadas em qualquer tipo de negócio, mesmo que não façam parte da mesma indústria.

É uma maneira da organização aprender novas estratégias e tendências de diferentes mercados.

Por exemplo, nada impede que uma clínica faça uso de recursos na área de TI, para melhorar o seu atendimento com o público.

 

Funcional

 

Interno

Nesse caso, avalia-se os setores internos da empresa, como atendimento, faturamento, comunicação, dentre outros.

Dessa forma, cada área apresenta os níveis de produtividade, havendo conhecimento sobre o que pode ser melhorado para aumentar o desempenho.

 

Interno

 

Cooperação

Por fim, temos o benchmarking de cooperação.

Onde, como o próprio nome diz, duas empresas cooperam entre si, gerando conhecimento através do compartilhamento de informações e experiências.

Isto é, se a empresa X se destaca no quesito venda digital, a Y pode aprender mais com ela sobre essa área.

Do mesmo modo que a empresa Y pode ensinar para a X sobre a sua maior técnica, que é como manter um bom relacionamento com o cliente e retê-lo na sua marca.

 

Cooperação

 

Vantagens do Benchmarking

Além de conhecer o que a concorrência está fazendo no mercado, quais as outras vantagens da realização do benchmarking?

  1. Desenvolvimento de novos projetos;
  2. Business Case e Know-How mais apurado;
  3. Conhecer novas tendências, adquirir novas referências e implementar novas estratégias.

Esses três pontos dão possibilidade de as empresas terem novas perspectivas de atuação, abertura de frentes competitivas e oportunidades de negócios nunca pensadas.

Mas, lembrem-se nem sempre o que a concorrência faz é melhor do que aquilo que já é feito no seu negócio.

Por isso, não queira imitar o que seu concorrente faz.

Se inspirar em boas práticas e almejar excelentes resultados é positivo.

Mas, copiar a concorrência pode ser um tiro no pé, porque cada negócio tem uma experiência única e o que é benéfico para um, pode ser maléfico para o outro.

Muito cuidado também para não confundir benchmarking com benchmark, pois o segundo significa a gestão do desempenho dos dispositivos tecnológicos.

De modo que eles tenham os seus usos aprimorados.

O primeiro já aprendemos que é uma ferramenta de autoconhecimento da empresa para buscar melhorias, através de comparações e observações do mercado.

 

Vantagens do Benchmarking

 

Como Realizar um Bom Benchmarking?

Conheça bem a empresa que você trabalha

De antemão, defina que processos deseja-se melhorar o desempenho.

Depois, saber o que precisa ser melhorado na empresa, através de feedbacks de clientes e colaboradores, se torna muito importante.

Vários recursos são utilizados para coletar feedbacks de clientes, como por exemplo, a metodologia do cliente oculto.

Nela, uma pessoa com o perfil ideal do público consumidor daquela marca, se passa por um cliente real e assim, avalia toda a estrutura da empresa, atendimento dos funcionários, qualidade do produto e/ou serviço, dentre outros blocos.

Sabemos que muitas vezes, os empresários (donos) não possuem tempo para fazer uma análise completa do ambiente interno e externo de suas empresas.

Por isso, uma grande vantagem da Seu Cliente Oculto, empresa especialista em Customer Experience, é dar essa possibilidade de ter o olho do dono sempre presente em todas as áreas do seu negócio.

Com feedbacks super detalhados e que trazem insights valiosos, a SCO consegue, a cada novo ciclo de avaliações de cliente ocultos, ajudar a empresa contratante a aumentar o seu ticket médio, produtividade dos funcionários, vendas, dentre outras vantagens.

Aliás, confira tudo sobre a nossa metodologia no vídeo abaixo!

 

Defina quem será o responsável e qual será o tipo de Benchmarking

Primeiramente, vira primordial a pessoa ter o perfil organizado e analítico.

Depois disso, escolha fazer o benchmarking por vez e por processo, iniciando pelo caso mais urgente de melhorias.

A partir dessa definição, procure no mercado organizações que também realizam processos que precisam de melhorias, como o seu, e veja quais são as práticas utilizadas e os seus resultados.

Por exemplo, a empresa 1 vai realizar o benchmarking para aprimorar o seu marketing digital.

Para isso, ela procurou entre a concorrência exemplos práticos nessa área para comparar as próprias ações e saber o que vai se manter ou não, dentro da própria gestão.

Mas, lembre-se que essa pesquisa e comparação poderia ser com empresas do próprio setor ou indústria.

A escolha de modelo de benchmarking, mais uma vez, dependerá do objetivo da organização.

 

Defina quem será o responsável e qual será o tipo de Benchmarking

 

Quais serão as métricas analisadas?

Mais um passo importante, saber as métricas analisadas!

Faça as escolhas a partir do que elas ensinarão nesse processo, considerando se são de fácil análise e se são relacionadas as estratégias da gestão do negócio.

Nesse sentido, foque em métricas de qualidade e eficiência.

Verifique se a sua empresa está muito atrasada ou avançada diante do modelo analisado.

Ou seja, se o seu GAP de performance for maior em relação a concorrência, maior atenção precisará na hora do benchmarking.

Além disso, verifique se a sua empresa tá gastando mais ou menos recursos que a concorrência.

Identifique onde os gastos podem ser diminuídos.

Essa é uma forma de evitar desperdícios e aumentar os investimentos no que realmente traga retorno.

Isso inclui também comparar a margem de lucro com os concorrentes.

 

Quais serão as métricas analisadas?

 

Foque na Fidelização do Cliente

Sobretudo, é importante também pensar em adquirir e analisar as métricas de atendimento ao consumidor.

Ter um bom relacionamento com os clientes, atualmente, é um grande diferencial competitivo.

Por fim, de nada valerá tudo isso se a empresa não souber aplicar as melhorias identificadas.

Portanto, ao final de cada benchmarking é preciso definir um Plano de Ação.

No caso da Seu Cliente Oculto, além de identificar os pontos fortes, fracos e de melhoria das empresas contratantes, também traçamos estratégias de como ela pode melhorar cada um dos blocos avaliados.

Investindo no Plano Exclusive, a empresa contratante pode ter um número ilimitado de perguntas, apresentação de resultados em Power BI (Análise de dados completa e detalhada), um plano de ação para aplicar melhorias na prática, dentre outras vantagens.

Saiba mais sobre ele assistindo o vídeo abaixo com a explicação completa do nosso CEO!

 

 

Seu Cliente Oculto nas Redes Sociais

Por fim, chegamos ao fim de mais um incrível blogpost.

Esperamos que você tenha gostado deste conteúdo e que ele tenha sido enriquecedor para você.

Enfim, não se esqueça de nos seguir em todas as nossas redes sociais.

Certamente, você verá um conteúdo inovador, criativo e totalmente fora da caixa em cada uma delas.

Qualquer dúvida, é só nos acionar em algum destes canais.

Quem é a Seu Cliente Oculto?

A Seu Cliente Oculto é uma Startup especializada em projetos de cliente oculto.

Com atuação em todo o Brasil e com o melhor preço do mercado, conseguimos atender clientes de todos os portes.

Temos uma plataforma exclusiva com dashboards para acompanhar os resultados e saber exatamente como está e o que fazer para melhorar a experiência dos seus clientes.

 

 

 

CONVERSE COM UM ESPECIALISTA

Preencha com os dados da sua empresa e entraremos em contato para o envio de um orçamento exclusivo.