Você sabe como é a Black Friday no Brasil?

Antes de mais nada, com certeza você já deve ter ouvido falar da Black Friday, um evento anual que oferece descontos impressionantes. De origem estadunidense, a Black Friday no Brasil teve início no ano de 2010. E a cada ano que passa ganha mais força e confiança dos consumidores para continuar acontecendo.    História da […]

Vitória Coimbra
11 de novembro de 2021
Tá chegando a Black Friday

Antes de mais nada, com certeza você já deve ter ouvido falar da Black Friday, um evento anual que oferece descontos impressionantes. De origem estadunidense, a Black Friday no Brasil teve início no ano de 2010. E a cada ano que passa ganha mais força e confiança dos consumidores para continuar acontecendo. 

 

História da Black Friday 

 

Primordialmente, existem muitas teorias do início do termo Black Friday, uma muito conhecida defende que o evento se originou na Filadélfia, na década de 90. Dessa forma, quando consumidores iam às lojas após o dia de Ação de Graças para fazer compras de natal e congestionam a cidade. Era necessário a ajuda de policiais e os mesmos denominaram tamanha lotação em Black Friday, um período caótico. Assim, muitos dizem que a Black Friday se originou no início de 1980, quando no mundo varejista a cor vermelha era utilizada para mostrar baixas financeiras e a cor preta, quando o mercado estava em alta. O período negativo era datado de janeiro a novembro, e o mês de dezembro era considerado preto, positivo. 

 

Ao longo dos anos a Black Friday foi se tornando cada vez mais popular. Considerado um dos eventos mais importantes para o setor varejista, abre as portas para as compras de natal. É também, outra época que costuma trazer muitos lucros para os empresários. A importância nos Estados Unidos é tão grande que mesmo não sendo considerado um feriado, muitas pessoas ganham folga no trabalho para poderem aproveitar as ofertas e realizar compras na promoção.    

 

 Black Friday no Brasil

 

Contudo, é notável a relevância da cultura norte-americana para os brasileiros. Convivemos com elementos criados pelos Estados Unidos diariamente, inclusive nosso vocabulário é composto por diversas palavras em inglês, e na hora de garantir um desconto não seria diferente. A primeira Black Friday no Brasil aconteceu totalmente online, no dia 28 de novembro de 2010. Em 2013, bateu o seu recorde faturando R$770,00 milhões no comércio online. Nesse sentido, para proteger o consumidor de possíveis “maquiagens” nos preços, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico criou um código de ética do consumidor para  Black Friday no Brasil e publicou uma lista com o nome de lojas que divulgam preços falsos no evento. 

 

A aceitação da população foi muito grande, apenas em 2019 a Black Friday foi responsável por movimentar R$3,2 bilhões, um aumento de 23,6% em relação aos números do ano anterior, de acordo com Ebit – Nielsen. O evento acontece sempre no mês de Novembro, mas varia um pouco de acordo com o calendário americano. Acontece sempre na sexta-feira seguinte da Ação de Graças, no qual é celebrado na última quarta-feira do mês.  

 

Como o povo brasileiro aceitou tão bem participar desse grande desconto, a Black Friday no Brasil começa dia 01/12, promovendo assim um mês inteiro de  ações, e descontos para todos. Se você gosta de garantir seu desconto, vem cá entender como funcionam os números nessa época do ano. 

 

Fonte: google

 

Antes mesmo da Black Friday no Brasil, os indicadores econômicos já eram positivos nessa época do ano devido ao natal e às épocas comemorativas. Mas, com o evento acontecendo até presencialmente, é impressionante o aumento no número de consumidores. 

 E para aproveitar os melhores descontos do evento é necessário estar de olho em fontes confiáveis, ou seja, sites oficiais, canais de venda. 

Por que muitas pessoas não confiam na Black Friday no Brasil?

 

Edu Neves, CEO do Reclame Aqui, realizou uma visita no site para entender o porquê da resistência de uma parte da população com a Black Friday. Entre os motivos para não participar do evento, 64,4% falaram que a Black Friday não apresenta descontos de verdade. Outros 15,4% citaram os valores altos por conta da pandemia. Os 8,3% citaram a falta de dinheiro, 6,6% não precisam de nenhum produto novo e 5,3% já aproveitaram as promoções ao longo do ano. 

 

Uma dica muito importante para conseguir averiguar de fato os valores é acompanhar durante todo o ano. Os itens de desejo, em sites diversos, para em momento de Black Friday, garantir que a oferta não é falsa. 

 

Conclusão

 

A Black Friday no Brasil só tende a crescer, as maiores companhias brasileiras como Magazine luiza, Americanas, Casas Bahia, e até mesmo micro e pequenos varejistas estão provando que conseguem fazer parte do evento com qualidade e custo benefício. Participar de picos comerciais como a Black Friday é uma ótima maneira de gerar um aumento nas vendas e garantir que a empresa seja bem vista no mercado, bem posicionada e querida pelos consumidores.  

Gostou desse conteúdo?! Acompanhe o nosso blog.